É impossível mim expulsar do MDB disse o prefeito de Catalão ao jornal O Popular

Prefeito de Catalão enfrenta processo ético no MDB por apoio a Ronaldo Caiado (DEM); grupo conversa também com PSD e PRB


“É praticamente impossível me expulsar”, diz o prefeito de Catalão, Adib Elias, sobre sua iminente expulsão do MDB, devido à declaração de apoio à pré-candidatura de Ronaldo Caiado (DEM), em detrimento do presidente do partido, Daniel Vilela. O pedido deve ser julgado pelo Conselho de Ética da legenda até o início de julho.


Adib, assim como os prefeitos Ernesto Roller, de Formosa, e Paulo do Vale, de Rio Verde, foram suspensos de suas funções no MDB em 10 de maio, como medida cautelar até que os pedidos de expulsão sejam analisados. O argumento dos membros do diretório estadual que solicitaram o desligamento dos prefeitos é que, ao apoiar candidato de outra sigla, eles infringiram a fidelidade partidária.

Os pedidos de expulsão também atingem os prefeitos Fausto Mariano (Turvânia) e Renato de Castro (Goianésia) e o presidente do MDB de Catalão, Cairo Batista. Boa parte dos cinco prefeitos, porém, deve entrar na Justiça para permanecer no partido, caso de Adib. “Vou entrar com mandado de segurança, pedindo liminar para impedir isso. Não vamos aceitar isso assim fácil”, afirma.

Segundo o prefeito de Catalão, não há motivos para expulsão, visto que não houve convenção ainda. “E se na convenção aparecer uma chapa contra o deputado Daniel querendo ser parceira de Ronaldo Caiado? Além disso, nosso apoio apenas abriu as portas. Tanto que foi consolidado apoio do MDB de Porangatu, Mara Rosa, Alto Horizonte, São Luiz do Norte e região. Será que vão expulsar todo mundo?”

Questionado se ele e os demais prefeitos estão promovendo um “desmanche” no MDB, como argumentou o relator das medidas cautelares que os suspenderam no Conselho de Ética, Ezízio Barbosa, Adib Elias diz que não. “Ninguém precisa fazer nada. Os próprios diretórios estão tomando essa posição. Não somos nós que estamos desidratando o partido, mas as pesquisas, que mostram uma chance alta de vitória de Caiado. É uma questão de perspectiva de poder”, relata.

Matéria transcrita por Leandro Rodrigues da Cunha

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *