Governo de Goiás retoma obras de três Centros de Atendimento Socioeducativos

Com objetivo de fazer com que as unidades goianas se tornem referência nacional, as unidades terão uma ampla rede de assistência aos menores infratores, com educação em tempo integral, capacitação, esporte e lazer

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDS) e a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), autorizou nesta terça-feira (29/10) a retomada das obras de três Centros de Atendimento Socioeducativos (Case), sendo eles as unidades de Itumbiara, Itaberaí e Porangatu, com investimento de aproximadamente R$ 22,471 milhões.

O convênio, realizado em parceria com o governo federal, foi assinado pela secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia, e pelo presidente da Goinfra, Pedro Sales. Durante a solenidade, Pedro Sales destacou que a prioridade da autarquia é dar continuidade às obras rodoviárias, com implantação e restauração, mas sem deixar de lado as obras civis.

“É uma prioridade da secretária Lúcia Vânia e, no que depender da Goinfra, o processo vai estar andando constantemente, para que a gente chegue ao final do mandato do nosso governador Ronaldo Caiado e diga que o socioeducativo é uma referência nacional”, disse o presidente.

Referência nacional

Lúcia Vânia ressaltou que os menores infratores são “passíveis de recuperação” e devem ser tratados com dignidade, o que será possibilitado ainda mais com a retomada das obras. “Temos a obrigação de oferecer todas as condições para que eles venham a ser tratados com dignidade, com respeito e, acima de tudo, que eles venham a ser integrados à sociedade com todo o nosso carinho e dedicação”, afirmou.

Além disso, o diferencial dos Centros de Atendimento Socioeducativos será a implantação de uma ampla rede de assistência aos internos. “Nós vamos colocar a escola em tempo integral, capacitação, esporte e lazer”, ressaltou.

Unidades

Com a assinatura do convênio, a empresa contratante deverá reiniciar as obras e concluí-las dentro do novo prazo estipulado. Em Itaberaí, as obras do centro socioeducativo, que deviam ter sido concluídas em outubro de 2015, foram paralisadas em junho de 2018. A nova previsão é de que a unidade esteja totalmente finalizada em junho de 2020 e ofereça 58 vagas aos menores infratores.

Em Itumbiara, o centro deveria ter sido concluído em fevereiro de 2018, mesmo mês em que foi paralisada. Com a retomada das obras, a nova previsão é de que esteja pronto em dezembro de 2020 e também oferte 58 vagas. Da mesma forma, Porangatu deverá estar pronto para receber os internos em dezembro de 2020. A unidade, que teve apenas 36% das obras executadas, oferecerá 52 vagas, totalizando 168 vagas nos três municípios.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *