MP GO manda prender Padre em Goiás por suposta pratica de abuso sexual contra crianças e adolescentes

O padre Iran Rodrigo Souza de Oliveira foi preso na manhã desta quarta-feira (16) na cidade de Caiapônia. Em um mandado expedido pelo Fórum da Comarca de Anicuns, a prisão se deu em virtude da Operação Sacrilégio, que investigava casos de abuso sexual contra o religioso feitas por jovens da cidade de Americano do Brasil.
A ordem de prisão foi dada pelo promotor Danni Sales Silva, que foi responsável por conduzir as investigações. O religioso responde pela paróquia de Caiapônia, mas foi levado para Anicuns, onde hoje à tarde prestou depoimento. No local da prisão, foram apreendidos um computador, arquivos de mídia, pen drives e um celular.

O padre foi investigados pelos crimes de violação sexual mediante fraude, ou seja, por adquirir, possuir ou armazenar fotos, vídeos ou registros de cenas de sexo explícito ou pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Será investigado ainda se houve estupro de vulnerável.

Em depoimento, jovens disseram ter sido induzidas a fazer um ritual de purificação após ter se arrependido a perder a virgindade. Os abusos, que teriam ocorrido na casa Paroquial de Americano do Brasil no período em que o religioso estava no local, contaram ainda com conversas de conteúdo erótico em um aplicativo de mensagens. Convidadas pelo padre, vítimas relataram que o religioso prometia um “ritual de purificação” em que tocava as partes íntimas e assegurava estar “santificando” seus corpos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *